Páginas

agosto 06, 2009

Em reunião com o Movimento Nossa Teresópolis o Prefeito Jorge Mário disse que nessa sexta, 7 de agosto, iria se reunir com a direção do HCT na tentativa de impedir que o hospital tenha parte de seus serviços suspensos a partir do dia 15, como foi anunciado pelo diretor do hospital, Nestor Vidal. Segundo o Prefeito, todas as pendências existentes são referentes ao governo Petto e estão sendo quitadas. "De janeiro pra cá, todas as contas estão em dia." - garantiu Jorge Mário.
.
Ele explicou que Teresópolis conta com uma verba de cerca de um milhão e novecentos para gerir todo o sistema de saúde e que atualmente a Prefeitura tenta negociar com o HCT um valor que seja coerente com a realidade do município. O hospital, em contrapartida, alega que precisaria dos exatos um milhão e novecentos para cobrir os seus gastos. Uma proposta de um milhão e quatrocentos foi feita e, segundo o Prefeito, aguarda uma posição do HCT.



A nova onda nas Filipinas é comer aranhas. Até aí tudo bem, mas a aranha ainda está viva e o desafio é comê-la inteira.
.
Jon Hu Fae, vendedor de aranhas, diz que todas as classes socias estão comprando, inclusive seus filhos de 7 e 8 anos comem todo dia uma aranha. - "É afrodisíaco" - diz o comerciante.



Sucessão de erros comprometem imagem do legislativo

Marcelo Oliveira diz pra Dr. Carlão: - Tá ficando maluco? Como é que tu me chama de bobão?
Dr. Carlão responde: - Ué, mas pra mim você é mesmo um bobão!
Marcelo rebate: - Posso até ser bobão, mas não sou ladrão!
Depois disso Carlão partiu pra cima de Marcelo que evitou que a situação piorasse, saindo do plenário.
.

A discusssão que aconteceu entre as sessões (ordinária e extraordinária) foi apenas um aperitivo do que aconteceu na noite dessa quinta, 6 de agosto, na Câmara. Novamente o regimento interno teve papel secundário diante das diferenças políticas entre os edis. Claudio Mello, na sessão da terça, não obteve resposta da mesa diretora a respeito das irregularidades que encontrou nos contratos por ele examinados e novamente acionou a justiça para que irtervenha nos trabalhos da Câmara. O edil, semanas atrás, conseguiu que a justiça lhe desse sentença favorável a respeito de um pedido de cópias de contratos da casa. O Presidente, Dr. Habib, disse não concordar com a atitude do vereador que teve todas as suas moções da noite rejeitadas pelo voto do já quase esquecido G7. Confira no vídeo abaixo:

video

Democrático porém anti-ético pois diferenças políticas jamais deveriam estar acima do sentimento de cidadania que deveria ser premissa de todos os representantes do povo teresopolitano.
Construir cidadania é também construir novas consciências. A cidadania é algo que não se aprende com os livros, mas com a convivência, na vida social e pública. É no convívio do dia-a-dia que exercitamos a nossa cidadania, através das relações que estabelecemos com os outros, com a coisa pública e o próprio meio ambiente. A cidadania deve ser perpassada por temáticas como a solidariedade, a democracia, os direitos humanos, a ecologia e a ética e é nesse ponto que a maioria dos vereadores tem falhado. Há doze anos consecutivos na casa, o vereador Carlão disse concordar com quem diz que essa é a pior Câmara que Teresópolis já teve. "Gente que absurdo! Não sabia que isso aqui era assim!" - nos confidenciou a bela enfermeira, leitora do BADARTS, que assistia a sessão.

Seu colega de profissão, o vereador Ademir Enfermeiro, fez um apelo para que os vereadores se conscientizem sobre a má fama da Câmara pois tem sentido vergonha até mesmo de caminhar pelas ruas da cidade. Major Anderson que tem sido severo no limite regimental de tempo para as falas do Claudio Mello, foi mais generoso com o vereador Paulinho que chegou a ter o dobro do tempo regimental para a fala. A sessão foi suspensa pelo Presidente que entendeu que não havia ambiente para a continuidade dos trabalhos. Confira no vídeo abaixo:
.
video
A sessão extraordinária que deveria acontecer para tratar do acumulo de trabalho foi, então, aberta porém teve teve que ser encerrada pois Arley, Marcelo Oliveira, Ademir Enfermeiro, Paulinho Carvalho, Anjinho e Teixeira já não estavam presentes.

Habib, já sem nenhuma TV ou rádio presente para a transmissão dos trabalhos, se desculpou pelo atual quadro da Câmara e se comprometeu a investir no resgate de imagem do legislativo a partir da próxima sessão. Confira no vídeo abaixo:

video

O debate político, quando feito dentro da ética e sem ataques pessoais, ou seja, dentro de um bom nível, sempre enriquece. É muito importante que se discutam as idéias e, porque não, as ideologias. Muito se evolui com as conversas sobre política. As pessoas se conscientizam, aprendem e se informam. As idéias brutas são lapidadas e polidas.
Como disse Bertold Brecht, “o pior analfabeto é o analfabeto político”, já que seu desinteresse pela política, indiretamente, gera todos os outros analfabetos.
Um dos objetivos desse blog é justamente o fomento do debate político, especialmente entre os jovens engajados que são os que encontram menos incentivo para fazê-lo e menos esperança de que algo mude. Temos plena consciência da importância e credibilidade do nosso trabalho hoje na internet e jamais deixaremos de buscar dias melhores para a nossa política. Nossos jovens, ainda se tornando adultos, já são conformados, desesperançosos e contra a política. É fato que o que os jovens realmente odeiam é a politicagem, a politicalha, como disse Ruy Barbosa (citada no texto “Dedicado a Eduardo Paes”), e não a política em si. É a prática política brasileira, sem ética e sem moral, que contamina a visão que a população em geral tem da política. A política não é vista como deveria, ou seja, como um modo de se melhorar a realidade, de se desenvolver um país, de se aculturar um povo, e sim, como algo a que alguns recorrem para ter empregos e vantagens.

E a atual Câmara de Vereadores de Teresópolis, lamentavelmente, tem contribuído e muito para esse quadro

É aí que entra o tema central desta postagem. O modo como o debate político vem sendo travado, principalmente na Câmara, que deveria, em teoria, ser um meio democrático. E não digo democrático no sentido de que estão proibindo alguém de falar o que se pensa, não. Nossos eleitos precisam se conscientizar do seu papel de representantes do povo teresopolitano e jamais atentarem contra o mesmo, direta ou indiretamente, como forma de retaliação política.

Temos esperança que o vídeo abaixo seja o início de uma nova fase:

video

Nem só de vergonha foi feita a sessão da última quinta. Muitos projetos inetressantes foram apresentados, porém, pela primeia vez na história do BADARTS, manteremos apenas o teor negativo apresentado pelos edis nessa sessão na esperança de fomentar o desejo de mudança nas autoridades em questão.
Você, teresopolitano, tem sua parcela de responsabilidade nesse quadro. Participe das sessões, cobre do seu vereador, exerça a sua cidadana. Uma Teresópolis melhor, depende de cada um de nós.



Caricatura é um desenho de um personagem da vida real e enfatiza e exagera as características da pessoa de uma forma humorística, assim como em algumas circunstâncias acentua gestos, vícios e hábitos particulares em cada indivíduo.
Historicamente a palavra caricatura vem do italiano caricare (carregar, no sentido de exagerar, aumentar algo em proporção).
A caricatura é a filha do expressionismo, onde o artista desvenda as impressões que a índole e a alma deixaram na face da pessoa.
A distorção e o uso de poucos traços são comuns na caricatura. Diz-se que uma boa caricatura pode ainda captar aspectos da personalidade de uma pessoa através do jogo com as formas. É comum sua utilização nas sátiras políticas; às vezes, esse termo pode ainda ser usado como sinônimo de grotesco (a imaginação do artista é priorizada em relação aos aspectos naturais) ou burlesco.




Nenhum comentário: