Páginas

junho 17, 2009


As denúncias feitas pelo prefeito Jorge Mário sobre os supostos indícios de fraudes na cobrança de internações e procedimentos realizados no Hospital das Clínicas continuam gerando polêmica. Essa semana o Secretário de Saúde, Dr. Maurílio Schiavo, aconpanhado do Sec. de Comunicação Rolf Danziger, foi ouvido pelo Movimento Nossa Teresópolis a respeito das "supostas fraudes".

Confira abaixo a nota divulgada pelo Movimento Nossa Teresópolis:

O Movimento Nossa Teresópolis vem, de público, apresentar o seu desacordo e desaprovação à maneira pela qual o Exmo. Senhor Prefeito Municipal promoveu, por meio de entrevista coletiva à imprensa, uma grave denúncia de supostas “fraudes” e “irregularidades” no Sistema Único de Saúde no Município, sem a necessária comprovação prévia, baseando-se em “indícios”, “suspeitas” e “possibilidade”, envolvendo governos anteriores, instituições e pessoas, atingidos no direito de sua imagem, de seu nome e sua honra, infligindo sérios danos morais, ferindo a credibilidade da Fundação Educacional Serra dos Órgãos – FESO, reconhecida como a maior instituição do município na área da educação e da saúde. Lamentando o ocorrido, o Movimento, voltado para os interesses da cidade e da população, formula votos de que se faça uma verdadeira investigação da suspeição levantada e que se chegue, o quanto antes, a uma conclusão que possa estabelecer as responsabilidades. Finalmente, o MNT, por fidelidade a seus princípios, conclama a consciência pública dos políticos, dos governantes e dos cidadãos, no sentido de que fatos como este não se repitam mais, em detrimento do respeito e da valorização de pessoas e de instituições que constroem o desenvolvimento de Teresópolis.

Maurílio, apesar de responder atentamente todos os questionamentos do Movimento, não apresentou nenhuma prova porém se comprometeu a fazê-lo o mais rápido possível.
O assunto também foi amplamente discutido nas sessões da Câmara de Vereadores que chegou a criar uma comissão especial para acompanhar a auditoria do DENASUS (Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde). A iniciativa que partiu do vereador Ademir Enfermeiro na verdade deveria ser a da criação de uma CPI para investigar o caso, porém, após conversa com a mesa diretora, o vereador optou em apenas criar tal comissão. Ademir que tem uma longa história de vida ao lado da FESO agora se vê numa situação difícil, defendendo a instituição mesmo sendo um vereador de apoio ao governo.
.
Confira no vídeo abaixo as discussões dos vereadores sobre a criação da comissão que acompanhará a auditoria do DENASUS:
.
video
.
A Bebidas Comary é parceira do BADARTS
.
O Comédia em Pé é um espetáculo de comédia stand up com humoristas brasileiros criado em fevereiro de 2005. Stand-up comedy é uma expressão em língua inglesa que indica um espetáculo de humor executado por apenas um comediante. O humorista se apresenta geralmente em pé (daí o termo 'stand up'), sem acessórios, cenários, caracterização, personagem ou o recurso teatral da quarta parede, diferenciando o stand up de um monólogo tradicional.



Também chamado de humor de cara limpa, termo usado por alguns comediantes.
Ainda há confusão na diferenciação do humorista stand up e de outros estilos, como o contador de piadas, o mónologo de humor, o "one man show", gênero semelhante, mas que permite outras abordagens (interpretação de personagens, músicas, cenas).
O humorista stand up não conta piadas conhecidas do público (anedotas). O texto é sempre original, normalmente construído a partir de observações do dia-a-dia e do cotidiano. Praticamente qualquer coisa pode ser usada como ingrediente na comédia stand-up. Muitos comediantes trabalham durante anos para lapidar 60 ou 70 minutos de material humorístico, que normalmente executam aos pedaços várias e várias vezes, aperfeiçoando lentamente cada piada com o passar do tempo.
.

O estilo é considerado por muitos um dos gêneros mais difíceis de se executar e dominar, talvez porque o artista em cena esteja desarmado, despido de personagens, apresentando suas idéias à respeito das coisas do mundo, e ainda esteja à mercê da platéia: não raro deve-se ajustar rapidamente sua apresentação de acordo com o humor e gosto de uma platéia específica. Ainda, as habilidades necessárias pra ser um stand-up comedian são diversas; é freqüentemente necessário que se assuma de forma solitária os papéis de escritor, editor, artista, promotor, produtor, e técnico simultaneamente.
Um teste de mestre para um stand-up comedian é a habilidade de enfrentar um "heckler" (membro da platéia que, por algum motivo, responde ou interage com o show de forma não muito amistosa) mas ainda, responder com algo tão maior que consiga entreter a platéia com a réplica.
Não existem muitas regras sobre os assuntos e abordagens, o que permite uma constante evolução. O mesmo pode se dizer da duração, desde uma breve apresentação de um minuto como as de Oscar Filho ao recorde mundial de Bruno Motta, que entrou para o Guinness Book como o comediante que fez o "maior show de humor do mundo". Ficou 38 horas e 12 minutos falando para um público de 5 mil pessoas que se revezavam num teatro em Belo Horizonte. Confira a participação do Bruno no Altas Horas da Rede Globo:


A Cial Construtora é parceira do BADARTS.
.

Confira no vídeo abaixo a participação do Teatro Mágico no Altas Horas da Rede Globo:


O Teatro Mágico foi criado por Fernando Anitelli, ator, músico e compositor das canções do show. A trupe que o acompanha, foi formada em dezembro de 2003 por amigos e artistas que acreditaram no projeto. De forma independente, sem apoio de gravadora ou campanhas midiáticas, já alcançaram números que muitas bandas "consagradas" não conseguiram ainda. O boca a boca e a Internet foram fundamentais na divulgação do trabalho, cada vez mais conhecido e respeitado, se consolidando como uma das bandas mais importantes da cena independente do Brasil.
Em 6 anos de história, foram mais de 500 shows realizados, média de 1.000 pessoas por apresentação, dois álbuns de estúdio lançados, Entrada para Raros e O Segundo Ato, com mais de 26.000 discos vendidos e um DVD Entrada para Raros - Ao Vivo.


Inspiradas nas obras de Hermann Hesse, escritor alemão ganhador do Prêmio Nobel de Literatura, as composições tratam dos personagens que as pessoas precisam assumir nas diversas situações do cotidiano. As canções vão sendo intercaladas pelo traçado tecnológico de ruídos telefônicos, sinais de rádio e mensagens de voz. Os integrantes da trupe se apresentam maquiados e vestidos de palhaço, que trazem a idéia do "personagem interno" escondido em cada um de nós.
Apesar de envolver várias expressões artísticas, a linguagem musical e cênica é popular e acessível para todo tipo de público, independente de idade e classe social.


Embalando todas as canções, destacam-se: violões, violino, guitarra, baixo, percussão, flauta, DJs, gaita, xilofone, bateria, bandolim e sonoplastia. São 10 músicos e 3 artistas circenses, e algumas participações esporádicas como a da percussionista Simone Soul (Funk Como Le Gusta) e de alguns músicos do grupo pernambucano Cordel do Fogo Encantado, que também participaram da gravação do CD.

.

A VM MADEIRAS é parceira do BADARTS

Avenida alberto Torres 500 no alto, próximo a delegacia

2642 -4060

.


Atendendo a pedidos, pérolas do BADARTS:

.
video

A Climeq é parceira do BADARTS.

Consultas populares sob a supervisão da Dra. Claudia

Avenida Delfim Moreira 598

Tel.: 2742 1431


Nenhum comentário: