Páginas

fevereiro 16, 2009

Na sessão dessa terça os vereadores do G7 fizeram uma série de pedidos de explicações para a Prefeitura. Vereadores do G5 apoiaram tais pedidos e reforçaram que é do interesse do Prefeito que tudo ocorra com o máximo de transparência.
Num discurso acalorado o vereador Paulinho Carvalho disse que a Guarda Municipal teria recebido ordens de multar, no mínimo, 100 veículos por dia, criticando enfaticamente o Secretário de Segurança. "Ele que deveria ser multado por não ser de Teresópolis" - disparou a autoridade.

Ainda nessa semana, o secretário de segurança Laet Moutinho deverá receber um convite para um esclarecimento aos edis.

A sessão foi marcada pela constante quebra do regimento interno. Paulinho que a todo momento atropelou a fala do Dr. Carlão, tomou uma dura do Presidente que o deixou desnorteado. O desconforto do vereador no G7 fica mais evidente a cada sessão. "Prefiro ficar sozinho do que mal acompanhado!" - afirmou o edil, pela segunda vez, em seu programa de TV, reforçando ainda mais a impressão deixada no plenário.

Mais uma vez Paulinho foi sabatinado pelo experiente Carlão que lhe garantiu mais uma aula de Regimento Interno. Teixeira, que continua agredindo a língua pátria, apresentou um projeto onde câmeras seriam colocadas no hall da Prefeitura para dar mais segurança aos guardas que a vigiam. Vale lembrar que no ano passado o Guarda "Mazinho" foi assassinado naquele local. Arley também foi responsável por um projeto interessante baseado na desapropriação do prédio da Certef para que um Hospital funcione no local.

Marcelo Oliveira se destacou num embate com o vereador Cleyton Valentim onde foi implicitamente acusado de hipocrisia ao criticar, hoje, o grupo político que elogiou durante a campanha. Marcelo, em sua defesa, citou como exemplo o Dr. Carlão, que apoiou Faria durante a Campanha mas que agora se tornou o líder do Governo Jorge Mário na casa. O vereador exibiu um documento onde, segundo ele, o Tribunal de Contas do Estado dava conta de que o governo antigo declarou que o Dr. Carlão, em sua gestão como presidente do legislativo, havia repassado pros cofres públicos cerca de 500 mil e não 1 milhão e meio como diz. Carlãoa cusou o vereador de estar agindo de má fé. Ademir fez um pedido ao vereador Paulinho pra que ele moderasse mais seus comentários pois, segundo ele, foram levianas as acusações contra as ações da Guarda Municipal. Ademir ainda lembrou que já na primeira sessão paulinho acusou o governo de ameaçar a sua família, colocando a sua vida em risco. A sessão foi suspensa por 5 minutos após uma manifestação tempestuosa da assessora do Dr. Carlão que não reagiu muito bem a ameaça de ser retirada do local. "Então me tira que eu quero ver! Isso aqui é a casa do povo" - gritava Alair para o Dr. Habib.

Policiais foram chamados para conter o tumulto permanecendo, armados, no corredor da Câmara até o final da sessão que se estendeu por mais de 3 horas.

Confira no vídeo abaixo os altos e baixos dos nossos vereadores na sessão dessa terça, 17 de fevereiro:
video

O curioso é que agora quando algum vereador dá uma escorregada, outros nos olham com uma cara de "vai que é tua Tafarel!"

Câmeras de segurança flagram uma dupla de assassinos estupradores agindo no Rio de Janeiro. Aumente o volume para ouvir o terror psicológico feito pelos bandidos durante o estupro."Fica boazinha senão eu corto teu pescoço" - ameaça um dos bandidos minutos antes de por fim a vida da jovem de apenas 16 anos. Um dos homens já foi identificado e encontra-se foragido.

O vídeo é forte e não é aconselhado para menores de 18 anos.

Nenhum comentário: