Páginas

fevereiro 04, 2009

As alterações no trânsito de Teresópolis estão provocando uma avalanche de críticas e a mais nova delas partiu do presidente do Legislativo Municipal. Dr. Habib procurou a TV e disse que se algo não for feito imediatamente, conclamará a população para ir as ruas em protesto contra a atitude do governo. Habib ainda acusou o governo de ter criado uma indústria de multas. Já o vereador Paulinho Carvalho, disse que, supostamente, tais medidas teriam sido tomadas pelo governo não para tentar sanar o problema do trânsito mas sim para beneficiar alguns amigos do Prefeito que possuem estacionamentos no centro da cidade. As duas autoridades apesar de criticarem com tanta vivacidade as mudanças no trânsito, não ofereceram uma contra-proposta para sanar a via crucis do trânsito no centro de Teresópolis. Para salvar os respeitáveis edis, membros fundadores do G7, o BADARTS oferece uma alternaitiva que não seja a desobstrução das vias já existentes:

Da mesma forma que a Câmara "economizou" 3 milhões para a aquisição da Casa de Saúde, agora a mesma postura poderia contribuir com um belíssimo viaduto que cruzaria a reta, resolvendo de uma vez por todas o problema do trânsito e ainda criando um espaço onde os nossos mendigos pudessem viver com um pouco mais de dignidade. Outra solução seria a construção de um metrô, porém, devido a inexistência de um sistema de esgoto, a terra que feito esponja absorve todos os nossos dejetos desde que March por aqui chegou,
seria extremamente inóspita aos homens e máquinas que a penetrariam. Se cavassem bem fundo e lá acendessem um fósforo a explosão seria tão devastadora que não surpreenderia se o Dedo de Deus fosse parar no Buraco da Gata. Enfim, por mais que se critique as atitudes de quem tenta resolver um problema, devemos em contra partida mostrar as saídas mais viáveis para as mesmas questões colaborando assim para que a crítica seja sempre feita de forma construtiva. Se existem soluções melhores que as que devem ser adotadas, baseadas na desubstrução das vias, então que elas sejam apresentadas para todo o povo Teresopolitano o quanto antes, como se fosse um show pela TV, da mesma forma que as autoridades fizeram durante mais esse capítulo que só serve para acirrar ainda mais as animosidades entre Legislativo e Executivo, cada vez mais evidentes, também, nas relações entre os próprios vereadores. Habib, o presidente do Legislativo Municipal, exigiu que todas as multas aplicadas por estacionamento indevido, nesse período de mudanças no trânsito, sejam retiradas. Você não leu errado. O líder maior do LEGISLATIVO é contra a aplicação das leis e se mostrou disposto a conclamar o povo para apoiá-lo nessa cruzada contra o governo. Talvez uma das formas de elevar o nível intelectual do noso legislativo, no que tange as suas declarações em público, seria a obrigatoriedade da gagueira para que alguém dispute uma vaga na Câmara. Vencer na política é a única opção e nessa guerra pelo poder, atira-se pela boca e, diante da inaptidão para a fala dos outros edis membros do G7, Habib e Paulinho seguem como porta-vozes do grupo, nos garantindo sempre pérolas como essa, onde o antagonismo entre as declarações e a legislação são latentes.
Na política não há amigos, apenas conspiradores que se unem.

É do Roberto Ferreira a foto da semana:
Quem não gostaria de ser o pai dessa criança? O ângulo certo, na hora certa! O acidente aconteceu no último domingo na corrida de Karts, no Parque Regadas. Os pilotos ainda estavam nas voltas de reconhecimento da pista quando Marcelo Cardoso perdeu o controle do seu Kart.

Procuramos a Viação Dedo de Deus em busca de maiores informações sobre a gratuidade da passagem para idosos e portadores de deficiências físicas. Segundo a empresa, mais de 45 mil teresopolitanos recebem esse benefício num custo de mais de 180 mil reais por dia. O passageiro que paga a tarifa, tem nesse valor embutido uma taxa que financia a gratuidade para os deficientes físicos, alunos e idosos acima de 65 anos.

No caso dos idosos de 60 anos, a lei cita que é necessário uma "fonte de custeio", portanto, cabe ao governo municipal a responsabilidade de arcar com esse custo, porém há mais de 5 anos que isso não acontece. Estranhamente, Teresópolis se encontra muito acima da média estadual de gratuidades nas passagens de ônibus. Parte desse mistério foi descoberto durante as entrevistas que a Viação vem fazendo desde dezembro de 2008 com passageiros deficientes físicos com direito a acompanhante, onde descobriu que mais de 65% desses passageiros declarou não necessitar dos cuidados de acompanhantes. Várias fraudes são detectadas, desde a locação do cartão eletrônico, até mesmo ao cartão que foi usado mais de 30 vezes num único dia. Finalizando, apesar de tantos problemas, a empresa informa que cumprirá a lei, seja ela qual for.

Na última quinta, o Programa Debate Popular com Margareth Rosi focou o assunto. A reprise acontecerá as 23 hrs dessa sexta, no canal 7. Também estaremos disponibilizando esse vídeo aqui no BADARTS.

Continuamos na busca pela verdade.

BADARTS. Iluminando com estilo.


Pelo que tudo indica, a próxima sessão do nosso legislativo deve manter o nível de estresse nas alturas. Segundo um vereador nos informou, um "bandido" estaria infiltrado na câmara e esse será um dos assuntos que serão abordados pelos respeitáveis edis no próximo dia 17. "Desse jeito eu vou ter que colocar um ringue aqui dentro!" - disparou Habib na última sessão. Diante desses acontecimentos, seria essa uma reforma mais do que necessária no plenário.


Mais um adereço que, com certeza, fará sucesso nesse Carnaval:

O fabricante também oferece o kit senior que vem com juiza, lenço e camburão.


CQC na área e dessa vez a vítima do Danilo Gentilli foi o Marcelinho Carioca:


.
Parece que a justiça de Teresópolis tomou vergonha na cara e resolveu colocar a mão na massa. Só em Janeiro foram 5 prisões relacionadas ao jogo do bicho.

2 comentários:

Alfredo Rebello disse...

Parabéns mais uma vez.

Eu já trabalhei na Viação Dedo de Deus, no Escritório da Qualidade. Sei de muita coisa e fui dispensado antes que soubesse de mais.
Primeiro eu invadi a rede e mostrei que havia falha. Eles simplesmente me fizeram assinar uma advertência. Depois eu continuei a acessar a net de vários computadores, insistindo que havia falha e mostrando aos meus superiores que simplesmente ignoraram isso e me demitiram. Claro que o cidadão que controla o CPD da viação ficou com medo de perder o emprego e fez minha caveira.
O que posso dizer é que a certificação ISO 9001 é uma farsa. Só fachada. Eu estava presente durante a auditoria de recertificação e presenciei todo o teatro armado.
Segundo as normas da ABNT e o Manual da Qualidade, juntamente com outros documentos, a viação tem várias NÃO CONFORMIDADES.
A qualidade do serviço está péssima, vemos isso todos os dias.
O Sr. Jacques Ouriques é uma cópia exata do Mr. Burns, dono da usina nuclear de Springfield (seriado The Simpsons) e trata seus funcionários com a maior grosseria possível.
Seu filho está evoluindo e é mais grosso ainda.
Enfim, o ambiente dentro da empresa é mantido à base de bajulações e medo.
Qualquer um que ficar de campana verá as figuras dos diretores do sindicato dos motoristas a visitar regularmente a empresa. Entram direto e se reunem com o proprietário. (O que será que eles vão buscar lá?)
Estou colocando minha cabeça a prêmio dando essas declarações mas não tenho medo. Quero uma cidade melhor para meus filhos e os filhos de meus filhos e do jeito que as coisas estão...

Só mais uma coisa: também trabalhei como recepcionista no Hotel Alpina de propriedade do Sr. Jacques. Presenciei muitas reuniões do Sr Jacques com antigos vereadores (alguns cassados), juizes etc...

O Ex Prefeito, Dr. Petto, ganhou um hospital novinho em folha do Sr Jacques. Fica no interior de São Paulo.
Que presentão heim!
E Teresópolis podia ganhar um bom presente também não é Sr. Jacques Burns... Afinal sua fortuna deveria servir para melhorar a qualidade de vida de outras pessoas além de sua família...

alexandre disse...

Hoje(14/02)um vereador fez uma carreata em nossa cidade, com o único objetivo, em minha opinião, de aparecer sem ainda ter feito absolutamente nada. Pior, sujou a Várzea de papel picado, esperando, talvez, que o nosso prefeito, com o nosso dinheiro, limpe toda a sujeirada.

Minha sugestão para o "repeitável edil", é que ele invista esse dinheiro em boas idéias para melhorar a vida de um povo que já tem muitos problemas para encarar, e esse sujeito só fez piorar a situação.