Páginas

agosto 25, 2007

FOTOMONTAGENS DO BLOG no YOUTUBE

video

Acima, o clipe com algumas das fotomontagens do Blog. O vídeo já está no YouTube.

Sempre gostei de brincar com a criatividade e um dos melhores "brinquedos" q encontrei se chama Corel Photopaint. Antes de me iniciar no mundo digital, já fazia fotomontagens da maneira arcaica, recostando e colando fotos afim de ter o efeito desejado mas por mais perfeccionista q eu fosse, jamais conseguiria assim chegar aos resultados q o Photopaint proporciona. Similar ao Photoshop, o Photopaint permite fazer de tudo no q diz respeito a manipulação digital de imagens.

Pra mim é um hobby poder trabalhar uma idéia ou notícia de maneira a traduzir esse sentimento numa imagem quase sempre usando a crítica bem humorada por mais ácida q essa pareça. Há 2 anos atrás, comecei a brincar com amigos até q surgiu um divisor de águas chamado Abel Siqueira. O Abel, que até então só conhecia devido à Comunidade no tempo de "Eu Odeio o paulinho Carvalho", me aconselhou a usar as fotomontagens com foco nos acontecimentos da Cidade.

Foi uma questão de tempo até que alguns jornais da cidade aproveitassem o material. Jornais como a Folha, O Diário, A Voz do povo e a Gazeta já publicaram material desse Blog, incluindo alguns dos nossos textos e a parceria ocorre num absoluto clima de amizade e troca de experiências o que por si só já faz com que a brincadeira tenha valido à pena.

Hoje, a responsabilidade é bem maior tendo em vista que as montagens desse blog que antes divertiam apenas o meu círculo de amigos, hoje refletem o estado de espírito do Teresopolitano, isso, sob o meu ponto de vista e que agora tem, via blog, uma exposição bem maior que a de 2 anos atrás. Errar todos erramos. O importante é tentar acertar. Sempre. Não são poucas as montagens que me arrependo de ter feito porém foi preciso errar pra que entendesse a dimensão do meu erro. Hoje, processo muito mais uma informação antes de transformá-la em imagem pois sei do risco que corro ao lidar com a imagem das pessoas em questão. Hoje, sou muito mais responsável em relação ao uso da imagem e procuro criticar sem que isso passe dos limites da boa convivência pois aprendi que o canal de comunicação entre opostos tem muito mais valor que a reclamação de uma única das partes.

Dias atrás, ao apresentar o projeto "Teresópolis em Debate no YouTube" na Prefeitura, fui recepcionado por uma secretária que burocraticamente de papel e caneta em punho perguntou meu nome e telefone para que agendasse uma visita outro dia. Dado o nome ela perguntou: - O Zimbrão das fotos?

- Fudeu. - pensei. Mas para minha surpresa fui atendido na hora. Ou seja, nunca é tarde para revermos nossos conceitos.


A minha intenção é continuar brincando. Digo brincando pois nunca ganhei nada com isso e desde o início faço pelo prazer de fazer. É a minha cachaça, no bom sentido da palavra. Hoje, tento fazer um blog referencial aos assuntos de Teresópolis da maneira mais atrativa possível pois sei que a esmagadora parcela dos internautas está na faixa etária abaixo dos 25 anos e todos nós sabemos o sacrifício que é pensar nessa idade.

Na verdade, gostaria que Teresópolis pudesse contar com algum veículo onde a informação fosse idônea e livre das tendências políticas que reinam absolutas na imprensa local. Nossa imprensa tem o leitor, telespectador ou ouvinte como a segunda opção em se tratando de prioridade. Antes, vem o patrocinador que quase sempre está envolvido na política local gerando assim o famoso termo "ética profissional" que faz com q os nossos Orgãos de Imprensa acabem por nos poupar de muitas de suas verdades. Esse sistema está instalado não só em nossa Cidade mas no Brasil como um todo mantendo assim o máximo de acobertamento possível sobre alguns fatos ou então o exagero ao lidar com outros. Basta lembrar que um dos nossos jornalistas publicou num site um artigo dando conta que tivemos um aparato bélico para conter a ira dos jovens da UET nas últimas manifestações. "Aparato Bélico"? Estamos em guerra?

O jornalismo já acordou para o poder dos blogs e a maioria dos grandes jornais tratou de “profissionalizar” o meio, disponibilizando espaços para articulistas de suas equipes editoriais. Departamentos de mídia de agências também investem no potencial desse canal e vêm adaptando formatos e ações a essa realidade. Há alguns blogs que chegam a 750 mil visitas por dia.


Com certeza vem mais por aí. Ferramentas melhores, com mais funcionalidades e gratuitas vão surgir aproximando pessoas e disseminando informações. A integração cada vez maior com vídeo, aúdio e outros formatos torna mais rica a experiência.


Olhando hoje é engraçado pensar em como conseguimos ficar tanto tempo dependentes do padrão, da boa vontade e dos interesses dos canais de comunicação “oficiais”.

Mais uma vez agradeço a tantos colaboradores que me ajudam a manter esse blog "limpinho"... hehehe... Tamo junto!











Nenhum comentário: