Páginas

fevereiro 22, 2016

CALAMIDADE FINANCEIRA
Prestes a completar dois meses a frente da prefeitura de Teresópolis, Mário Tricano decretou estado de calamidade financeira frente a arrecadação insuficiente para cobrir as demandas da munipalidade. Ele alega que o volume de dívidas gerado por governos anteriores somado à crise nacional, tornaram a máquina pública municipal impraticável em Teresópolis. Com isso, um "gabinete de crise" formado por um "grupo de confiança" do prefeito, deverá rever contratos, convênios e termos de ajustes de conduta, como forma de readequar as contas do município. Com uma arrecadação para 2016 prevista em 390 milhões e uma folha de pagamento de 260 milhões, o governo pretende agora reduzir pelo menos 70 milhões na folha para evitar que a "bola de neve" cresça ainda mais. 

video

TRICANO METRALHANDO
Em entrevista coletiva, Tricano deu a entender que o governo do ex-prefeito Roberto Petto seria o grande responsável pelo "desmonte" da máquina pública municipal. Sem citar o nome do ex-prefeito, Tricano disparou contra o plano de saúde criado pelo mesmo que em sua avaliação teria fins eleitorais, uma vez que não abrange os funcionários aposentados que são os que mais precisam do mesmo. Ele citou também a terceirização do serviço de merenda escolar e da coleta de lixo e apontou a baixa votação de Petto para deputado como uma evidência de que o povo não é bobo. "Não foi o catão, o Arlei ou o Jorge Mário. Quem destruiu o município? Só não vê quem não quer..."- disparou. Alegando dificuldades para o financiamento da educação pública primária, Tricano afirmou que a responsabilidade do transporte dos estudantes do nível superior é do estado e não do município. Ele deu a entender também que o funcionalismo público municipal deverá sentir no bolso o peso da crise. "Não quero diminuir o salário de ninguém. Quero é adequar a situação para que o município possa pagar" - disse Tricano que anunciou que os cargos comissionados, secretários, prefeito e vice se "sacrificarão" em 20% em seus salários "em prol do município de do povo de Teresópolis". Disparando contra a presidência do sindicato dos servidores, Tricano deu a entender que a bandeira do plano de cargos e salários foi usada com fins eleitorais.
Confira na reportagem da TV Cidade, Canal 9 da RCA: 

video

video


VELHA GUARDA EM CONFLITO


AGENDA

PROBLEMA RESOLVIDO
A Secretaria de Ciência e Tecnologia de Teresópolis já apresentou a alternativa do governo para o transporte dos universitários. Um toboágua será disponibilizado para que os "filhinhos de papai" cheguem à baixada, de onde deverão seguir até o Rio sobre as lhamas confiscadas do Arlei.


E por analogia...
No caso da filha secretária, quem terá que pagar o salário é o município ou é papai?

Divulgação
Com parcelamento, em Teresópolis:
Para acessar o site da VM Madeiras, clique aqui.


CHUCK E A LÍNGUA GRANDE DO TRICANO

video

AQUECIMENTO PASCOAL
Nessa Páscoa não tem ovo.

Enquanto isso, na Várzea...

Flagrante do Ricardo Foti

Nenhum comentário: