Páginas

janeiro 26, 2010




MERCADO POPULAR
Definido espaço para construção do Mercado Popular
Os vendedores ambulantes, em reunião na Prefeitura na tarde dessa terça, 26 de janeiro, conheceram o projeto de construção do Mercado Popular. No início de dezembro de 2009, máquinas e homens da Prefeitura, com o apoio do GAP, removeram todas as barracas que ficavam nas imediações da rodoviária. A praça que abrigava as barracas também foi demolida abrindo espaço para novas vagas de estacionamento.O projeto cumpre o que foi prometido pois o novo mercado ficará situado no centro da cidade, ao lado da pista de esportes radicais. A pista de Hockey sobre patins, que nunca foi usada pelos praticantes do esporte, faz parte da área que será ocupada pelos estandes.



TEIXEIRA FORA DA CÂMARA
O Vereador Carlos Alberto Teixeira terá que recorrer da decisão do TRE, que o cassou por captação de sufrágio, a popular compra de votos, fora do cargo. Por seis votos a zero, Teixeira terá que deixar seu cargo e em seu lugar entra Mandinho, 1º suplente da coligação PDT/PTB.

O vereador que iniciou o seu mandato numa feroz oposição ao governo, acabou se rendendo aos "encantos" da Casa Rosada que, segundo fontes extra-oficiais, teria garantido ao edil alguns meses de "sobrevida".
Teixeira, com seu jeito simples de ser, foi protagonista de alguns dos momentos mais descontraídos da Câmara no ano de 2009 onde, com seu humor capial, fazia graça para chamar a atenção de todos para as suas causas. Confira no vídeo abaixo uma pequena amostra da forma "teixeirística" de se fazer política:

video


DA SÉRIE LEGISLATIVO EM RECESSO


O BALCÃO MAIS ANTIGO DA CIDADE
É da Estelar o balcão mais antigo da cidade. Com cerca de 50 anos, o balcão foi construído logo após o antigo mercado dar lugar ao comércio que existe até hoje no local.


MORRE "CARLINHOS MALUQUINHO"
Faleceu ontem, por volta das 2 da tarde,Carlos Ribeiro Pereira, o popular Carlinhos Maluquinho. Eles estava internado no Hospital São José e faleceu aos 52 anos, em decorrência de uma pneumonia.

Nossos agradecimentos ao Jornal O Diário de Teresópolis que, gentilmente, nos cedeu a imagem para a arte acima.

2 comentários:

Renata disse...

Tenho várias lembranças ,muitas mesmo...e a q mais agrada, é saber que o Carlinhos sempre foi tratado(pelo menos pela maioria), como ser humano, sem piedade ou diferença...apenas com o carinho e entendimento que alguém ESPECIAL merece!Acho q por esse motivo e principalmente por ter recebido amor da sua familia, principalmente da sua mãe, que me lembro bem, buscava o Carlinhos na rua tarde da noite qdo ele demorava além da conta....Carlinhos chegou aos 52 ANOS DE IDADE ano passado, cabeça branquinha, detalhe que só fazia a diferença por fora, pq por dentro, continuava o mesmo ser humano especial, sem maldades ou qualquer outro defeito tão comum a nós, seres humanos considerados normais.
Se ser diferente como ele foi, é ser portador de uma alegria pueril contagiante, de uma bondade e ingenuidade extrema e de amor verdadeiro...então não nos resta dúvida que ser DIFERENTE É ABSOLUTAMENTE ESPECIAL e que ser considerado NORMAL não nos transforma em seres humanos melhores e muito menos especiais como o Carlinhos.Foi essa diferença que fez com que ele fosse tão amado e querido, pois, suas qualidades eram totalmente verdadeiras, vez que não conseguia dissimular...e isso era maravilhoso! Imaginem se pudéssemos ser veradeiros o tempo todo que maravilha seria?! Por tudo isso, é que fica tão difícil classificar as pessoas, pois como se sabe, de médico e LOUCO TODO MUNDO TEM UM POUCO NÉ?! Além disso, ser normal nem sempre te faz especial,mas ser "diferente",como foi no caso do Carlinhos, te faz sim, ser especial! Afinal, um dos preceitos que determina a "normalidade" de um ser humano é como os outros o vêem e compreendem...portanto, nem sempre ter nascido "normal" te faz ser normal aos olhos dos outros,já parou p pensar nisso? Portanto,vamos levar adiante o que aprendemos com nosso amigo... que respeitar as diferenças e ser amado por ser diferente é possível sim, não por pena ou qualquer desses sentimentos degradantes, mas, simplesmente, por entendimento e amor ao próximo, e isso... BASTA!!

Li em determinada ocasião que: "Quem tem síndrome de Down não consegue ser desonesto. Não consegue mentir. E é por isso que os adultos se sentem embaraçados pelo seu comportamento. Porque os adultos sabem fazer o jogo da mentira e do fingimento. Essa inteligência infantil, absolutamente honesta, absolutamente comprometida com o desejo que nós, adultos, perdemos ao nos submeter ao jogo das hipocrisias sociais.

Quem olhar atentamente para uma criança ou adolescente com síndrome de Down poderá ver, no seu estado nascente, algo precioso que perdemos pela educação.

Nós todos habitamos um mesmo mundo. É estúpido e injusto segregá-los em espaços e situações fechadas, o que a família do Carlinhos, com muita sabedoria, nunca fez!!!

Assim, pensando no Carlinhos, me lembrei de uma afirmação do apóstolo Paulo: "Deus escolheu as coisas tolas desse mundo para confundir os sábios - porque a loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria dos homens..." ...

Quem sabe assim seja possível ouvir, naquele rosto sorridente, o discreto bater de asas de um anjo...

Descanse em paz Carlinhos e tenha certeza que vc fez toda DIFERENÇA!

Renata disse...

Tenho várias lembranças ,muitas mesmo...e a q mais agrada, é saber que o Carlinhos sempre foi tratado(pelo menos pela maioria), como ser humano, sem piedade ou diferença...apenas com o carinho e entendimento que alguém ESPECIAL merece!Acho q por esse motivo e principalmente por ter recebido amor da sua familia, principalmente da sua mãe, que me lembro bem, buscava o Carlinhos na rua tarde da noite qdo ele demorava além da conta....Carlinhos chegou aos 52 ANOS DE IDADE ano passado, cabeça branquinha, detalhe que só fazia a diferença por fora, pq por dentro, continuava o mesmo ser humano especial, sem maldades ou qualquer outro defeito tão comum a nós, seres humanos considerados normais.
Se ser diferente como ele foi, é ser portador de uma alegria pueril contagiante, de uma bondade e ingenuidade extrema e de amor verdadeiro...então não nos resta dúvida que ser DIFERENTE É ABSOLUTAMENTE ESPECIAL e que ser considerado NORMAL não nos transforma em seres humanos melhores e muito menos especiais como o Carlinhos.Foi essa diferença que fez com que ele fosse tão amado e querido, pois, suas qualidades eram totalmente verdadeiras, vez que não conseguia dissimular...e isso era maravilhoso! Imaginem se pudéssemos ser veradeiros o tempo todo que maravilha seria?! Por tudo isso, é que fica tão difícil classificar as pessoas, pois como se sabe, de médico e LOUCO TODO MUNDO TEM UM POUCO NÉ?! Além disso, ser normal nem sempre te faz especial,mas ser "diferente",como foi no caso do Carlinhos, te faz sim, ser especial! Afinal, um dos preceitos que determina a "normalidade" de um ser humano é como os outros o vêem e compreendem...portanto, nem sempre ter nascido "normal" te faz ser normal aos olhos dos outros,já parou p pensar nisso? Portanto,vamos levar adiante o que aprendemos com nosso amigo... que respeitar as diferenças e ser amado por ser diferente é possível sim, não por pena ou qualquer desses sentimentos degradantes, mas, simplesmente, por entendimento e amor ao próximo, e isso... BASTA!!


Li em determinada ocasião que: "Quem tem síndrome de Down não consegue ser desonesto. Não consegue mentir. E é por isso que os adultos se sentem embaraçados pelo seu comportamento. Porque os adultos sabem fazer o jogo da mentira e do fingimento. Essa inteligência infantil, absolutamente honesta, absolutamente comprometida com o desejo que nós, adultos, perdemos ao nos submeter ao jogo das hipocrisias sociais.

Quem olhar atentamente para uma criança ou adolescente com síndrome de Down poderá ver, no seu estado nascente, algo precioso que perdemos pela educação.

Nós todos habitamos um mesmo mundo. É estúpido e injusto segregá-los em espaços e situações fechadas, o que a família do Carlinhos, com muita sabedoria, nunca fez!!!

Assim, pensando no Carlinhos, me lembrei de uma afirmação do apóstolo Paulo: "Deus escolheu as coisas tolas desse mundo para confundir os sábios - porque a loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria dos homens..." ...

Quem sabe assim seja possível ouvir, naquele rosto sorridente, o discreto bater de asas de um anjo...

Descanse em paz Carlinhos e tenha certeza que vc fez toda DIFERENÇA!

Renata Pascoal