Páginas

abril 15, 2009

Aprecie sem moderação.

A Câmara esteve lotada na última terça quando, Munidas de cartazes, funcionárias da educação, com o apoio luxuoso da própria secretária Magali, pediam solução rápida e a ajuda dos edis para a questão dos dinamizadores. Habib, honrando sua palavra, colocou o projeto em votação em regime de urgência/urgentíssima, realizando uma Sessão Extraordinária na qual todos os onze vereadores presentes (Major Anderson faltou) votaram pela emenda do projeto que agora tem a seguinte redação: “altera a denominação do cargo de dinamizador de educação infantil que passa a ser Agente de Creche com carga horária de 6 horas/dia e será ocupado por titular com nível médio de ensino”. "Mudei meu conceito sobre a Magali após vê-la indo as lágrimas entre abraços com as servidoras" - comentou um consagrado jornalista ao final da sessão.
Os vereadores também encaminharam ao Prefeito um projeto de lei transformando a taxa das diárias para anual dos veículos que se encontram apreendidos no depósito municipal. A moção sugere uma taxa única de R$ 100,00 para automóveis e de R$ 50,00 para motos com aumento pelo IGPM anual. Atualmente, passados 30 dias, as taxas são reajustadas diariamente e, muitas vezes, dispendiosa para os proprietários dos veículos. Foi aprovada por unanimidade e o Executivo em alguns dias deve estar sancionando a mesma. Paulinho, descumprindo um acordo de cavalheiros vigente na Câmara há décadas que impede que um vereador apresente um projeto já pedido anteriormente por outro, provocou a ira dos demais vereadores e graças ao já tradicional embate entre as forças opostas da Câmara (tricanistas vs. situação), a sessão teve que ser interrompida por 5 minutos na tentativa de acalmar os nervos dos edis. "Nunca recebi nem sequer um copo d'água do Tricano e mesmo que recebesse jamais beberia pois as chances de conter veneno seriam grandes demais. Não negocio e nunca negociarei com bandidos!" - disparou Carlão, o rei absoluto do anti-tricanismo no legislativo. "Não recebeu porque não fez por merecer" - contra atacou Teixeira, fiel defensor do ex-prefeito, na Câmara.

Confira no vídeo abaixo:

video

Assista as sessões na Câmara, todas as terças e quintas a partir das 19 hrs. Isso se o caminhão dos vereadores não atolar no caminho.

A família de capivaras do Paquequer continua crescendo e atraindo cada vez mais a atenção de quem passa pelo centro da cidade. Semana passada flagramos mais uma vez o "evento":
Encontrada em áreas das Américas do Sul e Central, próximo a rios e lagos, a capivara (Hydrochoerus hydrochaeris) é o maior roedor vegetariano do mundo. Alimenta-se de capins e ervas, comuns em várzeas e alagados, e pode chegar a pesar até 80 Kg.

É uma excelente nadadora, tendo inclusive pés com pequenas membranas. Ela se reproduz na água e a usa como defesa, escondendo-se de seus predadores. Ela pode permanecer submersa por alguns minutos. A capivara também é conhecida por dormir submersa com apenas o focinho fora d'água.
A capivara, como animal pastador, utiliza a água como refúgio, e não como fonte de alimentos, o que a torna muito tolerante à vida em ambientes alterados pelo homem.
Sua carne tem sabor próximo ao do porco e é mais magra porém com um sabor mais picante.

Confira no vídeo abaixo as capivaras do Paquequer:

video

Viação Dedo de Deus protocola, junto à Prefeitura, pedido de aumento no valor da passagem: R$2,57

Sem aumento de tarifa desde 2007, há dois anos portanto, bancando aumentos de preços de combustíveis, lubrificantes, peças e salários de funcionários, as Viações Dedo de Deus e 1º de Março, chegaram ao limite de suas condições de se manterem em operação.

Com o aumento de salário concedido aos rodoviários, no ano passado, era esperado o reajuste das tarifas ainda naquele ano. O reajuste não veio e, em função desse longo período de congelamento, as tarifas ficaram totalmente defasadas.

Para agravar, ainda mais, a situação, durante esse período houve um aumento significativo das gratuidades que contemplam, hoje, um elevado percentual que se aproxima de 49% dos passageiros. Nos outros municípios do estado, o percentual de gratuidade não ultrapassa em média aproximadamente 28% dos passageiros.


Com a chegada do dissídio dos Rodoviários, a categoria reivindica uma correção salarial com percentuais elevados e a ameaça de uma greve que pararia a cidade, literalmente, é real.

Buscando condições para atender às solicitações dos Rodoviários e impedir a greve, a Viação Dedo de Deus protocolou junto à Prefeitura Municipal de Teresópolis, na última quarta-feira, dia 08 de abril, uma planilha de custos onde demonstra a necessidade de reajuste da tarifa para R$2,57 e aguarda uma resposta.

Após exaustivas reuniões entre as Viações Dedo de Deus, 1º de Março e o Sindicato dos Rodoviários foi decidido, ontem, que são necessárias novas negociações para que se encontre uma solução que atenda a todos e impeça uma greve que trará prejuizos, incalculáveis, para todo o município de Teresópolis. A deflagração da greve foi adiada por uma semana, para que sejam realizadas os novos entendimentos.


Deu merda. De novo. (2)

MPF move ações contra ex-prefeitos de Teresópolis - Município não tem UTI Neonatal, Procon nem gestão de lixo
O Ministério Público Federal (MPF) em Teresópolis (RJ) propôs três ações de improbidade contra os ex-prefeitos Roberto Petto e Mário Tricano. Esses processos referem-se à falta de UTI Neonatal na cidade, à gestão do lixo e à ausência de um Procon local. Outra quarta ação, apresentada apenas contra o ex-prefeito Mário Tricano, foi motivada por um conflito de interesses na Secretaria Municipal de Saúde durante seu governo. As ações, movidas pelo procurador da República Paulo Calandrini Barata, tramitam na 1ª Vara Federal de Teresópolis.
Nas ações, o MPF quer a condenação dos réus às penas previstas na lei de improbidade administrativa (lei 8.429/92), como a suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, o pagamento de multa e a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios governamentais durante três anos.

A primeira ação sustenta que Tricano e Petto, que governaram Teresópolis por 12 anos, não implantaram uma Unidade Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal, embora um convênio para esse fim tivesse sido firmado com o Hospital das Clínicas de Teresópolis em 2001. Por causa dessa ausência, crianças recém-nascidas morrem por não resistir à transferência para centros referenciados no Rio de Janeiro (processo nº 2009.51.15.000165-5).
"É um um verdadeiro contrassenso que, durante a gestão dos dois ex-prefeitos, a Prefeitura tenha gasto altas quantias com Carnaval, Festa do Peão Boiadeiro, Aniversário da Cidade, dentre outras, mas nunca tenha priorizado o devido atendimento a crianças que já nascem necessitando de um serviço público que para elas é tão imprescindível, como a de uma UTI Neonatal", afirma o procurador Paulo Barata.
Na segunda ação, os réus são citados por omitirem-se em não evitar a poluição causada pelo vazadouro de lixo em Teresópolis. A omissão provocou danos tanto ao meio ambiente, com a violação de normas de proteção, como aos cofres públicos, pois a falta do devido licenciamento prévio rendeu um prejuízo, apenas em 2004, de cerca de R$ 1 milhão referente às multas do Ibama (processo nº 2009.51.15.000166-7).

Já a terceira ação foi movida pela omissão, durante os mandatos dos réus, na implantação de uma Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) com poderes fiscalizatórios e de representação em juízo. A ausência de um Procon vem causando grandes prejuízos à população, pois o comércio local fica livre de qualquer fiscalização em favor da proteção do consumidor (processo nº 2009.51.15.000161-8).
Na ação proposta apenas contra Mário Tricano, o MPF questiona o acúmulo de cargos do Secretário de Saúde, Paulo José Pereira Camandaroba, com a direção do Hospital das Clinicas de Teresópolis, principal unidade que recebia verbas do SUS do município. Apesar de conhecer a condição do Secretário nomeado, o ex-prefeito ignorou a incompatibilidade, designando contra expressa disposição de lei para a chefia do SUS quem nunca poderia assumir a direção da rede pública. Segundo o procurador, é clara a incongruência com a moralidade administrativa, dada a evidência de não ser razoável colocar para fiscalizar o mesmo agente sujeito a própria ação administrativa supervisora (processo nº 2009.51.15.000163-1).

Vem das terras do Serginho Mauro a mais nova descoberta arqueológica das américas. Trata-se de um fóssil gigantesco de dinossauro foi encontrado em Guapi. Acredita-se que tenha vivido por aquelas bandas há mais de 250 milhões de anos, época onde a beleza ainda dominava a paisagem local.

Estudos realizados pelo Complexo Paleontológico de Guapi apontam até mesmo para os hábitos alimentares da fera: "Ele tinha apenas um olho e se alimentava de trepadeiras" - garantiu um dos cientistas.


Nenhum comentário: