Páginas

dezembro 01, 2008

- por Zimbrão -
No início da tarde, numa reunião entre a Prefeitura e a FESO com a presença do Ministério Público, foi aceito, pela FESO, o cronograma de pagamento proposto pela Prefeitura. Com isso, o atendimento médico no HCT deverá ser normalizado a partir do dia 15.
Antes disso aconteceu a passeata que você confere abaixo, nos mínimos detalhes:

Aconteceu nessa terça, 1º de Dezembro, a passeata inicialmente organizada por enfermeiros do HCT que conseguiu a adesão de várias pessoas da camada mais carente da população numa reivindicação de posicionamento do Prefeito para a normalização imediata dos serviços prestados pelo Hospital das Clínicas.

Cerca de 180 manifestantes se encontraram na Calçada da Fama e dali seguiram rumo a Prefeitura onde uma comissão foi recebida pelo Prefeito que, diante da imprensa, explicou toda a situação que envolve o problema e afirmou que parte da Casa de Saúde será inaugurada na próxima segunda-feira.
Chegando na Prefeitura, foi organizada uma comissão dos manifestantes para uma reunião com o Prefeito. Com a presença da imprensa, os manifestantes tiveram a oportunidade de expôr suas reivindicações e ouvir as explicações do Prefeito sobre a complexidade do problema.

A comissão organizadora da passeata se deu por satisfeita com as explicações do Prefeito a ponto de terminarem o encontro com um fraternal abraço porém ao explicarem ao restante dos manifestantes o desdobramento do encontro não foram muito bem recebidos o que gerou o momento mais tenso da passeata onde os próprios manifestantes não se entendiam. Enquanto os organizadores davam como encerrada a passeata, os outros manifestantes insistiam em invadir a pista em frente a Prefeitura, interrompendo o trãnsito por quase 30 minutos.

Apesar da confusão entre os manifestantes, tudo aconteceu com muita tranquilidade. Sob o comando do Tenente De Carvalho, os Policiais não tiveram muito trabalho, se reservando apenas a obaservar tudo a distância enquanto o Tenente pacientemente dialogava com todos os coordenadores da manifestação no intuito de que tudo ocorresse de maneira ordeira. Sob seu comando, a PM conseguiu, mais uma vez, dar um exemplo de como lidar com situações do tipo e conseguiu liberar o trânsito apenas com o diálogo.

Do seu gabinete, Petto assistia tudo e preparava o seu contra-ataque, pois segundo ele a FESO não teria aceitado a proposta de pagamento não por razões econômicas e sim por motivos lamentáveis que vão muito além disso. Poderíamos citar, tranquilamente, a compra da Casa de Saúde e a vinda da UERJ pra Teresópolis só para dar um exemplo.

E o contra-ataque Pettista veio a altura:

Por volta das 14 hrs aconteceu uma reunião, na 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva, entre o Prefeito Roberto Petto e o Secretário de Saúde Paulo Camandaroba com o Reitor da FESO Luiz Eduardo Tostes onde na presença do Promotor Dr. Marcos da Motta foi reapresentado (sim, o mesmíssimo que foi apresentado no dia 17/11 e que não foi aceito) a FESO o cronograma de quitamento da dívida e dessa vez, com o apoio, digamos energético, do Promotor, a FESO finalmente aceitou a proposta de pagamento e prometeu normalizar seus serviços a partir do dia 15 de Dezembro. Pelo acordo, uma parcela da dívida será depositada amanhã, 2 de Dezembro, outra no dia 15 e a última no dia 30.

Enfim, se todos cumprirem o acordo, a população Teresopolitana terá seu atendimento médico no HCT normalizado no dia 15 de Dezembro.

Isso é que é notícia boa de se dar.

Abaixo você pode conferir o vídeo com tudo de mais importante que aconteceu durante essa manifestação. São mais de 30 minutos onde conseguimos imagens da passeata, do encontro dos manifestantes com o Prefeito e de toda a confusão que aconteceu entre os próprios manifestantes. Vale a pena assistir até o fim.

video


Agradecimento
Fica registrado o nosso agradecimento especial a jornalista Vívian Ghreice que nos manteve bem informados e a direção da TERETV que nos disponibilizou a matéria do encontro do Prefeito com o Reitor da FESO.
Tamo junto!

2 comentários:

Anônimo disse...

trata-se de um bando de farsantes onde cada um quer se dar melhor. O rolha de poço que não tem palavra e o "nestor tostes" que enche orabo de grana pq tem serviço médico terceirizado pra tudo qto é lado, no hct e na baixada inclusive e é dos maiores responsáveis por onerar a saúde local com um monte de gente da baixada que seus lacaios coniventes q trabalham como médico enviam pra cá...uma vergonha impune que esses caras de pau da feso fingem ignorar sendo que deveriam ter botado a dupla pra correr de lá faz tempo, mas cadê moral pro "lavrador que deu certo" graças ao fato de ser bode preto mafioso e ao empreguinho de marajá que o falecido ex-governador janoti deu pra ele? farinha do mesmo saco...o rolha de poço desapropriou covardemente a casa de saúde com um contrato de arrendamento em vigor por 15 anos e só pode ter feito uma nojeira dessas mancomunado com o adm. provisório da coisa que tem um bocado de rabo preso tb por aí. Agora se diz inimigo da feso, tb um ingrato de uma figa pq sempre mamou forte naquelas tetas fartas tb! Agora que a coisa ficou preta e tá de rabo cheio com esse tempo todo de prefeito onde se deu muito bem, né? muita nojeira demais.

Anônimo disse...

meu deus1 a saúde e tudo omais em nossa cidade tem que estar mesmo no caos...quanta gente cínica, ordinária, cretina...aliás, da marca do eleito ordimário.