Páginas

outubro 30, 2008

Numa coletiva com a imprensa Teresopolitana nessa quinta (30/10) a Direção da FESO informou que a partir da próxima segunda-feira estará paralisando suas atividades de atendimento no HCT. Luis EduardoTostes, Reitor da FESO explicou que atualmente a Prefeitura deve a instituição cerca de 3 milhões de reais.
Ele lembrou que o HCT responde pelo atendimento não apenas dos pacientes de Teresópolis mas também de outros 16 municípios e que responsabilidade prioritária da instituição é com a educação não sendo mais possível injetar verbas do ensino para sanar esse déficit.

Na verdade a coisa é muito mais complicada do que parece. Ainda que caissem 3 milhões do céu nos cofres da FESO isso taparia a ferida mas não sanaria a doença. O Teresopolitano atualmente paga pelo atendimento não só do nosso povo mas também de 16 outras cidades que tem no HCT seu hospital de referência. A situação se complica ainda mais com os rios de dinheiro gastos anualmente com os medicamentos comprados sob ordem judicial que por si só já inviabiliza a solução do problema com verbas dessa secretaria, ou seja, anualmente gastamos muito mais do que podemos pagar.
Assista abaixo o vídeo com a coletiva de imprensa organizada pela direção da FESO nessa quinta-feira:
video
Para piorar o quadro existe uma triste situação onde "laranjas" da FESO lucram com terceirização de alguns serviços, ou seja, eles são essenciais mas imaculados nunca serão. Basta uma análise mais atenta para que se perceba que clínicas particulares de propriedade de alguns diretores da instituição lucrarão muito com tal paralização.
Mas o momento não permite que desperdicemos tempo com esses detalhes sórdidos. A partir da próxima segunda uma grande confusão começará na porta do HCT que já pensa em reforçar a segurança para garantir a integridade dos seus funcionários.
Precisarão.

Um comentário:

Anônimo disse...

ma coisa primária chamada vergonha na cara, q tá em falta desde que Dr. dalmasso foi defenestrado covardemente, teria que haver demissão sumária do que se convencionou chamar de " nestor tostes"...Ô cambada !!! Os caras estão podres de ricos, ganhando os tubos, auferindo lucros estratosféricos explorando médicos e a própria instituição e ninguém faz ou fala nada...Meu deu ! Onde foram parar os homens e mulheres com vergonha na cara dessa cidade ? E ainda por cima somos brindados com um prefeito Ordimário...com uma goela que não tem tamanho.ai de nós!