Páginas

março 16, 2011

DISCURSO AFINADO
Prefeitura e Câmara divulgam notas sobre a manifestação
Após a manifestação dessa última terça, Prefeitura e Câmara de Vereadores  divulgaram notas oficiais sobre o assunto.

NOTA OFICIAL DA PMT
Em relação aos acontecimentos da noite da última terça-feira, 15 de março, a Prefeitura de Teresópolis esclarece que: reconhece as mobilizações sociais como legítimas dentro de um regime democrático.
Mas não pode deixar de ressaltar que o ato foi de cunho político-partidário, organizado pelos partidos de oposição ao prefeito Jorge Mario, na tentativa de tumultuar a cidade se aproveitando de um momento de tragédia e calamidade pública em que passa o município de Teresópolis desde o último dia 12 de janeiro.
Desta forma, a Prefeitura de Teresópolis reitera que continua realizando todos os esforços para recuperar a cidade da maior tragédia do Brasil e uma das maiores do mundo, com transparência e comprometimento com os cidadãos.

NOTA OFICIAL DA CÂMARA
O Presidente da Câmara Municipal de Teresópolis, Vereador Arlei de  Oliveira Rosa, vem mui respeitosamente comunicar a população de Teresópolis, que por força de atitudes violentas, com apedrejamento das dependências da Casa por parte de algumas pessoas, teve, por questões de segurança, que suspender a Sessão desta terça-feira, 15 de março de 2011.
Comunicamos, ainda, que é licito que a população se manifeste, mas não  pela força. O manifesto com o abaixo assinado, protocolado nessa Casa,seria devidamente lido e encaminhado a Comissão de Redação e Justiça como manda a Lei. Para se chegar a uma cassação de Prefeito como algumas pessoas se manifestaram, é preciso cumprir alguns tramites legais, tais como: Avaliação da documentação apresentada, encaminhamento as Comissões e depois a aprovação em plenário como diz a Lei Orgânica do Município. Não podemos rasgar a Legislação do Município e fazer um julgamento precipitado de quem quer que seja. A Constituição Federal e a Própria Lei Orgânica do Município dizem que todos os cidadãos tem amplo direito de se defender como também tem esse direito o Prefeito Jorge Mário. Mais uma vez afirmamos que o abaixo assinado foi devidamente protocolado e  será devidamente analisado para que se faça o devido julgamento do pedido de aproximadamente nove mil pessoas que assinaram o documento.
Teresópolis, 15 de março de 2011.

Arlei de Oliveira Rosa

Presidente da Câmara Municipal de Teresópolis

Nessa quinta uma nova manifestação está marcada para às 6 da tarde na Câmara de Vereadores, onde o pedido de abertura de uma CPI será lido em plenário e encaminhado para a análise das comissões.
_______________________

SEPARADOS AO NASCER

_______________________

________________

Nenhum comentário: